domingo, 18 de março de 2012

Um brinde ou uma voadora, ao seu dispor


Mica: Você já se deparou no facebook com fotos e dizeres do tipo “Mulheres: isso é legal, isso não é legal”? Já viu aquela “eu prefiro isso, a isso”? Reparou nas fotos? Nós reparamos e estamos com as voadoras preparadas!

Kelly: Pois bem, a moda do momento é compartilhar fotos em que aparecem mulheres jogadas na rua, ou sei lá o quê, por terem bebido demais. E na foto, os dizeres: 'Depois quer ser respeitada' ou 'Depois reclama que não aparece ninguém [namorado] na vida dela'. E pior, uma bomba de comentários [tanto do sexo masculino quanto feminino] apoiando esse "movimento", rotulando estas mulheres com os piores adjetivos possíveis.

Mica: OH WAIT!!! Quando foi que voltamos no tempo? Apesar que tentei lembrar uma época em que mulher não bebia e me vi na idade da pedra... Pessoas: mulher também bebe. E gosta. “Ah, mas estamos falando de exageros” E desde quando quem bebe não exagera!? Eu acho que não chegando no ponto 28 dias e destruindo o casamento da irmã, tá valendo.

Se eu quiser fumar, eu fumo
Se eu quiser beber, eu bebo
Pago tudo que eu consumo
Com suor do meu emprego



Kelly: Eu me assustei e me indignei com a quantidade de pessoas que compartilharam e participaram com comentários ofensivos. Porque, pera aí, que história é essa agora? Se eu quiser ficar bêbada, nem posso, afinal, tem toda uma sociedade aí, julgando meu comportamento como inapropriado. Eu penso que: se o dinheiro é meu, se eu bebo e não saio matando gente por aí ou afins, qual o problema das pessoas com isso?




Mica: Sabe Kelly, você está certíssima. O povo precisa parar com essa mania abominável de só enxergar dois tipos de mulheres: maria e madalena - a virgem e a puta. Quer ter um cara apaixonado por você? Não fume, não beba, não engorde, não dê na primeira noite, não fale alto, sonhe com filhos, use salto, tenha cabelo cumprido, etc etc etc... Ainda!? Pourra! Imagine se você seguir tudo isso o chato que vai arrumar? Eu quero um cara que beba comigo. No dia que ele exagerar, eu rio e carrego ele. No dia que eu exagerar, ele ri e me protege. 

Kelly: Exato! Pode surgir alguém aqui que diga "Ah, mas tome cuidado, bebida é uma droga, etc, etc" e que talvez estejamos fazendo apologia para a bebida em excesso. Olha, bebida altera o comportamento sim e possui as características de uma droga. Porém, você não bebe uma dose e fica viciada três horas depois. A vida em si, já é cheia de regrinhas pra cumprir. Às vezes é um saco enorme! E vou negar que tem horas que eu quero mesmo é sair de mim? Não, não nego e assumo que um porre às vezes é muito necessário.

Mica: Isso me fez lembrar a Priscila Valdes, um dia ela me disse “as vezes é preciso se entorpecer para enxergar a vida de outro ângulo”. Nunca esqueci. Um porre com os amigos me faz digerir muita pedrada que tomo. Faz minha criatividade bombar, porque me tira do comum. É lógico que ninguém aqui está defendendo o alcoolismo uhu, até porque isso é uma doença. Há o risco? Sim. Atravessar a rua também. No entanto, a crítica aqui vai para o julgamento moral da mulherada que bebe, é outro papo. 

Kelly: Conheço pessoas que não bebem e tudo bem. Não me intrometo. Porém, dentre as que não bebem, sempre tem um pra atacar, pra definir porre como estupidez. Olha, as pessoas bebem pelos motivos que a Mica citou acima, dentre outros. A bebida é uma das poucas diversões do mundo adulto, justamente porque ela nos torna crianças de novo. E agora, focarem e crucificarem as mulheres que apreciam 'tal diversão' era só o que faltava pra tornar este mundo mais chato do que já está.

E aí alguém vai dispensar a Katy Perry!?
Mica: Eu não confio em quem nunca tomou um porre, Kelly. Ah! Todo mundo julga quem bebe, então vou abrir minha boca também. Não confio. Explico: se você já tomou um porre e escolheu que isso não tem nada a ver com você, te admiro; se tomou, gostou e vai fazer quando der na telha, te admiro, mas se NUNCA tomou um porre, eu não confio em você. Não confio numa pessoa que engoliu um discurso moral-médico de que isso é errado e simplesmente aceitou. Quem não questiona é comandado. Quem não se arrisca, não se conhece. Você que nunca ousou sequer tomar um único porre na vida, não sabe realmente quem é. E se você bebe porque acha que pra ser LEGAL tem que beber, tá no mesmo time. Não aceitar imposições e descobrir o que serve pra você é imprescindível. Eu não confio em quem SÓ faz o que a sociedade, a igreja, o estado, a lei e a família mandam, sem reflexão. Cara que posta essa besteira no facebook é isso, mané que não pensa. 

Kelly: Sabe, e se a questão é "Nossa, mas mulher bêbada é feio demais", repito "O que você tem a ver com isso?". Não é da sua conta e engula essa! Seguinte: Pessoas, não vou deixar de beber pra posar de boa moça. Se um cara ou uma mulher, acha que eu mereço estar solteira por eu beber demais, parabéns pra eles! E se um cara me rejeita por ter me visto bêbada ou com um copo na mão, acho é bom. Menos um idiota na vida pra me encher o saco.

14 comentários :

  1. se eu quiser beber eu bebo
    se eu quiser fumar eu fumo
    pago tudo que consumo com suor do meu emprego

    meninas
    todas bebe... todas já tomaram um porre na vida...
    e sempre é bom beber um bocadinho, falar bobagens e dar risadas a toa
    bora beber junto?

    ResponderExcluir
  2. Meninas, a grande hipocrisia nessas pessoas que postam esse tipo de coisa e os que comentam, está no fato de que vivem posando de moderninhos e cabeça aberta, mas na primeira oportunidade, não perdem os pré-conceitos com a mulher. Falsos moralistas.

    Adoro sair pra beber com os amigos, relaxar, descontrair, rir... são eses pequenos momentos na vida, que também fazem valer a pena toda a merda do dia a dia.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Gente sera que eu estou cega ou consegui treinar os meus olhos para ver essas coisas, Juro pra vcs que não vi nenhum post desses de gente falando ou compartilhando...vai ver que a faxina que eu andei fazendo valeu.
    Verdade seja dita, todo mundo deve tomar um porre uma vez na vida, pq TEM!Esse FDS falando com umas amigas, uma delas tomou nesse carnaval o primeiro porre e me diss:Sun vc tem razão, tem que tomar!hahahha..é isso aí gente e viva o Zeca Pagodinho, ninguem tem a ver com a minha vida!!!

    ResponderExcluir
  4. Qualquer coisa que é feita de maneira exagerada merece no mínimo uma reflexão. A bebida também.Beber socialmente , em ocasiões de confraternização sem dúvida é muito gostoso, mas seja homem ou mulher beber demais, sozinho e sempre tem alguma coisa errada. No caso que vocês citaram ,mulher bêbada de cair e dando vexame fica pior ainda, pois sem ser machista ,fica mais feio e agressivo que homens. A mulher perde a sua feminilidade e não é legal. Embora, como disse, é ruim para todos os sexos.

    BIra

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Considerar que existe um padrão de feminilidade a ser seguido, é machismo. É o mesmo que dizer que todos os homens devem usar barba porque ficam mais machos. Está padronizando corpos e comportamentos. No entanto você não precisa gostar de mulheres que bebem e exageram, só não pode classificá-las moralmente por isso ou desclassificá-las enquanto mulher.

      Veja, partindo da sua lógica, eu poderia dizer que acho pior homem que exagera, perde a masculinidade, até porque não sobe... Seria ridículo, não?

      Excluir
    2. Pode sim !cada um pode o que achar o que quiser, Apenas digo que sou contra qualquer tipo de exagero e que mulher bebada dando baixaria é muito feio. Homen também é, mas tem certas coisas que não ficam pior em um dos sexos. Homem se exagerar na grosseria por exemplo fica pior que mulheres e tem muitos outros exemplos. Ainda bem que tem diferenças entre sexos se não seria muito chato ! rsss E isso não significa menosprezo por ninguém , Vive la Differnce ( é assim que escreve ?)
      Bira

      Excluir
  5. Eu bebo sim e "tô" vivendo, tem gente que não bebe e "tá" morrendo. (8)

    Tem gente que não tem noção do que fazer na vida.
    Esses pseudo intelectuais, ateus convictos, protestantes de facebook, etc etc etc
    Pra mim não passam de pessoas frustradas, mauricinhos e criancinhas (ou nem tão crianças assim) que tem acesso a internet, e SÓ isso.
    Faço uma limpa em gente assim.

    Minha futura esposa vai ter que beber tanto quanto eu, porque qual seria a graça ter uma Maria comigo?
    Quero ir ao inferno e voltar sempre que possível (6) mUAHAHAHAHAHA

    Só pra dar uma variada, o post está demais!
    bujo procêis ;*

    ResponderExcluir
  6. Já bebi muito nessa vida, bebi mais vinho que o pessoal da Serra, tomei cachaça em garrafa de plástico, coisas que nem sei dizer o que era, mas que o sapo de plástico na garrafa deixava engraçado, isso deixava.
    Porém a vida é uma caixinha de surpresas (kkkk), belo dia parei de beber para acompanhar minha esposa, ela estava com Hepatite C e não poderia mais beber durante o tratamento. Ela já se curou, mas eu nunca mais tomei um porre. Bebi sim. Mas sem porres!
    De certa forma não estou mais gostando, sabe, não tô mais gostando de beijar mulher que fumou faz mais tempo... mas meio que não estou mais gostando do gosto da bebida. Tb não tô com saco de ficar em festa com gente se batendo, caindo e vomitando! Envelheci? Talvez! Mas digo que ainda sou muito louco do meu jeito, sóbrio consigo me divertir muito.
    Minha felicidade não encontro em um copo de bebida mas sim com os amigos e com conversas divertidas.
    Agora rotular! Vão se fuder todos que rotulam, eu posso me rotular é claro... por sinal kkk, sou um ateu convicto!
    Qto a galinhar! Meu, todo mundo tem direito de ser ridículo. Só não exagera .... ou não me atrapalha! Se vomitar no meu coturno te jogo longe! Mas depois que passar a bebedeira, vem conversar comigo na boa que eu não guardo mágoas! kkkk

    ResponderExcluir
  7. Sabe, esse lance de conversa sobre bebida vai longe. Talvez algum dia eu não tenha mais saco também. Mas atualmente, bebo porque gosto do sabor [principalmente Martini, hmmm] e não única especificamente pra ficar chapada.

    E tem lance do bom senso, claro. Como a Mica falou 'não estragando o casamento da irmã, tá valendo'... ou seja, eu entendo e apóio da ideia de que: há de existir o bom senso para que sua bebedeira não estrague os momentos dos outros, ou até os calçados e roupas alheias, hehe. Tipo, é o lance de se comportar, de ter noção. Eu não ficaria chapada numa festa de família, por exemplo. O clima ali não é para isso. Ao mesmo passo que, não entro na aula da faculdade trançando as pernas. Pq em ambos os lugares sei que vou estragar a ocasião. Agora, festa de faculdade, open bar, existe essa total liberdade. Enfim, não tô querendo ditar quais lugares deve ser consumido álcool ou em quais lugares não. Continuo reafirmando o que disse no blog e acrescento o bom senso, que vale para tudo na vida.

    No caso das fotos compartilhadas no facebook, eram fotos de festas, baladas. Quem vai pra lugares assim, sabe que vai esbarrar com bêbado. Não curte e acha feio? Não vá. E postá-las em redes sociais acho sacanagem.

    Sobre se divertir, existem outras opções, mas realmente cada um escolhe a sua. =)
    Eu não faço da bebida meu objetivo de vida ou que, estar sempre bêbado é sinônimo de felicidade... eu, como disse acima, gosto do sabor, e acho que um porre às vezes se faz necessário. É isso. o/

    ResponderExcluir
  8. Fique longe da Sue "rodada" kkkk

    http://letras.terra.com.br/dion-and-the-belmonts/11013/

    ResponderExcluir

Não somos responsáveis pelas opiniões e informações contidas nos comentários. A responsabilidade é única e exclusivamente dos seus autores. O Minha Saia é Mais Justa preza pela diversão, troca de conhecimento e respeito entre seus leitores e comentaristas.