terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Cine MSMJ - O Fabuloso Destino de Amélie Poulain


"O Fabuloso Destino de Amélie, é um filme francês dirigido por Jean-Pierre Jeunet em 2001. Conta a história de uma jovem que se muda do subúrbio, onde morava com a família, para Paris, para trabalhar como garçonete. Ela encontra uma caixinha cheia de itens pessoais escondida no banheiro de sua casa e decide entregá-la ao antigo dono, revendo pequenos conceitos que mudarão sua vida."






Estava um dia de bobeira em casa e comecei a procurar um filme, eis  que a capa de um me chamou muita atenção, pela expressão e o olhar forte da atriz. Resolvi então assistir o tão comentado e premiado, "O Fabuloso Destino de Amélie Poulain " e me apaixonei.



A história da menina que teve problemas de relacionamento quando pequena, pela falta de contato com outras crianças e a educação rígida de seus pais. Detalhes que fizeram Amélie criar seu próprio mundo.




Um mundo cheio de cores, formas, felicidade e VIDA, onde o simples é tão SIMPLES e que pequenos gestos e atitudes podem transformar para sempre o destino de uma pessoa. Ela nos faz acreditar que nunca é tarde demais para mudar, aprender e amar.



Destaques para a trilha sonora e a fotografia que são fascinantes, como também Audrey Tautou, que interpreta com muito carisma e simpatia Amélie Poulain.


Trecho do filme em que mostra a falta que faz um abraço.



10 comentários :

  1. Adoro muito.. mas o personagem que me identifico é o gnomo!

    ResponderExcluir
  2. Eu ainda não assisti...fico sempre assim, por ser frances(preconceituooosaaa)..fiquei com vontade!
    Aliás o resumo deixa qquer um com vontade!

    ResponderExcluir
  3. Sou apaixonado por esse filme... assisti no cinema e fiz questão de comprar e mantê-lo ao meu alcance para as horas de baixo astral... é um filme que renova o espírito... nos coloca pra cima... acho que já devo ter dado uns 10 de presente... toda vez que preciso presentear alguém e não sei o que comprar, compro Amelie... a não ser que a pessoa seja "uma pedra" (ou não tenha DVD player).

    Sun... assista... e no idioma original... pq dublado perde muito da graça...

    Bretodô ou Bredotô?

    ResponderExcluir
  4. Os adultos vivem dizendo que a adolescência é um dos perídos mais
    marcantes da vida. Mais o que o adolescente pensa disso? (sinopse do meu blog)
    Acessa o meu blog?
    "Blog de uma adolescente"

    http://blogdeumagarotaadolescente.blogspot.com/

    Espero a sua visita, se gostar do meu blog, segue lá, ficarei muito feliz.
    Desde já obrigada, tenha uma ótima semana.
    Atenciosamente Tainã Almeida.

    ResponderExcluir
  5. Amooooooo! Assisti milhares de vezes também e me apaixonei pelo filme, pela atriz e pelo diretor. Saí procurando outras coisas deles e achei muita coisa boa. Sem contar que ouvir uma sonoridade diferente do inglês é simplesmente delicioso, ainda mas o francês que é música total! Parabéns Clau!

    ResponderExcluir
  6. Adorei o texto e sugestão, Claudinha! Este está na lista dos meus favoritos.. um filme diferente de todos, único.
    Como o Marcos Gomes disse 'um filme para rever sempre! =)

    ResponderExcluir
  7. Nossa gente, nem tinha reparado que tinha uma crítica deste maravilhoso filme aqui. Eu e minha esposa assistimos esse filme assim bem sem querer quando tinhamos acabado de casar e nos apaixonamos por ele.

    Foi por causa desse filme que começamos a ver tudo que a Audrey Tautou fazia... Aparecia um filme, se tava escrito "com Audrey Tautou", a gente pegava!

    Bons tempos de ir na locadora! (que não voltam mais - Maldita Internet rsss)

    ResponderExcluir
  8. Sempre que escuto a trilha de Amelie lembro de Madre Deus e tango (acho que é o jeito que tocam a gaita)!!

    Então um Madre Deus antigo, com a Teresa Salgueiro!

    http://youtu.be/PZr1LNRPq6U

    ResponderExcluir

Não somos responsáveis pelas opiniões e informações contidas nos comentários. A responsabilidade é única e exclusivamente dos seus autores. O Minha Saia é Mais Justa preza pela diversão, troca de conhecimento e respeito entre seus leitores e comentaristas.